12 de julio de 2014

O #Brasil x #SeleçãoBrasileira


O Brasil, perdão, ato falho, a seleção brasileira se despede de forma melancólica da #CopaDasCopas. Faço questão de diferenciar e não misturar os conceitos. O país/nação/estado não tem nada a ver com o Felipão e seus 22 convocados. O Brasil, como país sede, está por cima de tudo isso, pois a organização esteve perfeita, tudo ou quase tudo funcionou a contento, estádios, transporte público, aeroportos, etc. Os turistas adoraram e a mídia golpista e a oposição tiveram que se curvar aos fatos. 
Parafraseando Borges, quem perdeu a Copa não fui eu. Foram eles, os jogadores, os dirigentes, o técnico, a CBF et caterva. E se humildes e íntegros fossem, fariam harakiri em praça pública (ou pelo menos abandonariam para sempre o futebol).
Mas vivemos numa sociedade que premia e enaltece a mediocridade, logo, daqui a quatro anos, muitos deles estarão de novo na ribalta, fazendo comerciais de TV, namorando a piriguete da hora, dando lições de sucesso e vendendo empáfia e soberba para quem quiser comprar.

Blog Archive