11 de noviembre de 2008

Revista Nova Capa Giovanna Antonelli

Giovanna Antonelli mostra quase tudo em ensaio para a revista 'Nova' Demorei pra falar, mas vale a pena tocar no assunto ainda. A atriz foi capa da revista Nova de outubro. Até aí nada demais. Mas algo me chamou a atenção na banca perto de casa. Simplesmente, todas as marcas embaixo dos olhos, tinham sumido. Não havia nada, literalmente nada. Rugas, nem pensar. Parecia uma boneca de cera. Cera nacional, quer dizer, de péssima qualidade. Tá na cara (desculpem o trocadilho) que o Photoshop fez vários milagres e onde havia pés de galinha, só restou algo extremamente artificial. Pensei comigo, e se uma mulher de meia idade lá nos confins do agreste, encontrar por acaso a revista num lugar qualquer, será que ela vai se achar horrível por ter tantas rugas no rosto? Será que as "leitoras" da NOVA precisam encontrar tanta beleza falsa pra se sentirem bem? Não seria o caso de proibir tanta capa ridícula que inunda toda a semana as bancas do país? Coitada da minha filha ao ver tanto seio bonito (falso), tanto nariz perfeito (falso), tantas pernas esplêndidas (falso). Ela vai querer esconder-se do espelho e não sair mais de casa. Em tempo: Procurei pela capa da revista no google e não achei, mas descobri que todos os sites que falaram da Giovanna na Nova, apenas replicaram o press release da agência de propaganda. E pior, tinha até "jornalista" do site que assinava como a se a matéria fosse sua. Ridículo pra não dizer algo mais forte.

No hay comentarios:

Blog Archive