15 de noviembre de 2016

Complexo de Rihanna.

Ruas vazias me incomodam.
Lembram a inconstância humana
o desespero.

Barriga pra fora
bumbum empinado
musica barulhenta
você expondo
o corpo 
o ridículo
a vontade de ser Rihanna.

Mando um link 
de uma música 
do Belchior ainda vivo.
Subo as escadas
vejo um filme
ouço seus passos.

Penso estar curado
mas a bebida desmente
tudo.
Em poucas doses
vejo sua imagem 
ascendo um incenso
rezo
acordo de manhã
rezo.


Três tristes tigres
comiam um prato de trigo
e eu continuo
dando milho aos pombos.
Escrevendo
em letras serifadas
desenhos obtusos
riscos na minha pele.

Blog Archive