16 de enero de 2016

Baseado em fatos irreais

Antes de começar uma nova relação era necessário terminar com a atual.
Uma questão de respeito, talvez 
(ou apenas uma forma de lidar com o outro da mesma forma que gostaria de ser tratada).
Ela - apenas uma garota de 16 anos - combinou o encontro para um local neutro. Um shopping próximo da região da Paulista.
Encontraram-se e se cumprimentaram com um beijo.
Cada um comprou um lanche diferente.
Em comum apenas, o milkshake de chocolate.
Mas a conversa - entre um gole de milkshake e um post no Whatsapp - não rolava.
Na verdade, estavam mais acostumados a lidar um com o outro de forma mais virtual, menos física.
Um relacionamento moderno.
Repentinamente, uma gritaria diferente, um barulho de tiros e bombas os tirou da letargia.
Saíram para ver o que estava acontecendo.
E do lado de fora testemunharam que se tratava de uma manifestação do MPL, sendo reprimida violentamente pela PM.
Jovens como eram, a PM os confundiu com manifestantes e vieram também atrás deles.
Saíram correndo de mãos dadas.
Correndo, fugindo.
Pularam por cima de sacos de lixo. 
Entre jovens jogados.
Mendigos assustados.
Executivos maravilhados.
Caíram e se levantaram sempre de mãos dadas.
Mas uma pedrada perdida acertou a cabeça do recém ex namorado.
Ele sangra. Ela entra em desespero.
Consegue ligar para o Pai mesmo com o caos em volta. E pede socorro.

Tempos depois, ela posta apenas uma frase no Face:
Estou sã e salva.





Blog Archive