13 de mayo de 2015

EL CRITICO



Só consegui ver os dez minutos finais, mas só o fato de ter um filme dentro do filme e termos um narrador onipresente falando em francês - já é um bom começo.

No hay comentarios:

Blog Archive