31 de octubre de 2014

The Judge - O Juiz



O roteiro tem tantos furos que dá vontade de sair no meio do filme. Mas longe de mim inferir que o filme é totalmente uma droga. Robert Duvall salva a história com uma atuação de ganhar o Óscar. E esqueça que o filme fala da relação pai-filho, o que vale a pena é o retrato da velhice. A carne flácida e totalmente branca que fica cada vez mais decadente. O intestino que não te obedece mais. A memória que desliga e volta quando quer, que te trai e teima em só lembrar de desgraças familiares. Vale a pena apesar do final telegrafado.

Blog Archive