27 de enero de 2013

#SantaMaria de luto II


Tentamos resguardar os nossos entes queridos, construindo muros cada vez mais altos. E quanto maior o muro, maior é a nossa ingenuidade.
Faz tempo que desisti de superproteger os meus filhos, pois a vida deles não me pertence. Não temos como controlar tudo. A fatalidade está em todo lugar. Pode ser aqui, agora ou na próxima esquina. Pela mão de um fascínora qualquer ou pela estupidez e ganância de tantos outros.

E não é por ter vivido em Santa Maria e ter bons amigos por lá que escrevo isso. Também não é pelo fato de ter um filho na mesma faixa etária. Escrevo porque vivemos de tragédia em tragédia. Hoje foi Santa Maria ontem foi Beslan e por aí vai.

Só me resta cuidar deles, torcer para que sejam felizes e homenagear com uma música todos aqueles jovens que morreram hoje.


No hay comentarios:

Blog Archive