15 de octubre de 2011

Vodka

Bebo - descubro que não presto.
Sinto o descompasso.
As portas vazias.
A luz feita de sombras.
E o desprezo.
O seu olhar de desprezo.
Vivo em fantasia.
Sexo puro com gelo.
Sêmen vermelho.
Ligo e você não atende.
Mando mil mensagens.
Escrevo.
E deleto tudo.
Sinto o meu em pedaços.
E nada.
Sem mais.
Ponto.
Ponto final.

No hay comentarios:

Blog Archive