2 de junio de 2010

Marina defende união civil de bens entre homossexuais

(ñ deve ser fácil conciliar religião e realidade)


Postado em 01/06/2010 por Marina
Categoria(s): Geral

A pré-candidata do PV à Presidência da República, senadora Marina Silva (AC), afirmou, em entrevista ao Terra TV, que é favorável ao direito dos homossexuais à união civil de bens.

“É um direito (a união civil de bens) que as pessoas têm. Se as pessoas têm um patrimônio junto, por que não podem usufruir desse patrimônio? Se têm uma união estável, por que não podem ser beneficiários do mesmo plano de saúde?”, indagou Marina para na sequência declarar seu apoio à reivindicação do movimento LGBT.

Até hoje tramitam no Congresso Nacional projetos que regulamentam o assunto, entre eles o da então deputada Marta Suplicy (PT-SP), conforme destacou a presidenciável.

Marina esclareceu que faz distinção entre união civil e casamento. “Entendo casamento como um sacramento”, afirmou. Para ela, um relacionamento homossexual não pode ser enquadrado nessa categoria. A presidenciável afirmou que esse posicionamento se deve a sua profissão de fé. Marina é cristã evangélica.

“Prefiro que o movimento gay olhe para mim e diga que a Marina nesse aspecto (conceito de casamento) não pensa igual a mim”, declarou para justificar a transparência que considera essencial na abordagem do tema.

Ressaltou que um Estado laico deve assegurar os direitos de todos e para todos. Criticou aqueles que, em período eleitoral, mudam de opinião sobre questões como crença religiosa e aborto de acordo com as pressões de parcelas do eleitorado.

“Eu defendo a diversidade e não vejo por que não possa ter o direito ao meu ponto de vista. As pessoas precisam saber claramente que este ponto de vista não vai cercear os direitos do cidadão e da cidadã”, concluiu a pré-candidata do PV.

No hay comentarios:

Blog Archive