14 de enero de 2010

Não sou nada

Não sou nada e serei algo pior se me amares. Vai, desliga a luz, fecha a porta.
Prefiro ficar só a viver com o cheiro que me apodrece.

1 comentario:

Renata!!! dijo...

Gostei desse post...forte!

Beijinhos

Blog Archive