26 de julio de 2009

MAS QUE LUGAR É ESTE??????

Mas que lugar é este? Como vim parar aqui, nesta cama?

E quem é esta mulher ao meu lado deitada de bruços e semicoberta com um lençol encardido?

O meu peito enche de angústia e desespero. Procuro lembrar, puxar da minha memória qualquer indício que me traga alguma recordação. É difícil. Não consigo nada. A minha cabeça dói e está cada dia pior (não há vitamina E que resolva).

Por que estou aqui?? Fiz alguma coisa errada?? Alguma estupidez?

A minha mulher deve estar apavorada. Cadê o meu celular?? Cadê as minhas calças??

E a minha camisa? Dormi com ela, e agora está horrível, totalmente amarrotada. Como irei sair na rua desse jeito.

Achei a porcaria do celular. Está desligado. Pronto! Meu Deus, milhares de mensagens de texto e milhares de mensagens de voz apitando, pedindo para acessar a minha cx postal!

Vou ligar para a minha mulher, tentar descobrir aquilo que aconteceu. Quem sabe, ela saiba alguma coisa (ela sempre sabe tudo, não é?). Merda, a bateria descarregou por completo.

Preciso me vestir, sair, procurar ajuda. Cadê as minhas calças??? Cadê a minha carteira???

E você quem é??? Minha mulher que não é. Você é ruiva, cabelo comprido. Pele branca e cheia de curvas. Vou te acordar e exigir uma explicação.

Mas, você está nua!!! Teu corpo branco quase albino cheio de sardas e pequenas pintas está totalmente nu!!!!

Cubro o teu corpo ou não?? Melhor esperar um pouco. Deixa ver o teu rosto com mais calma. Talvez te conheça de outros carnavais. Quem sabe o teu rosto me dê alguma explicação e as respostas de que tanto preciso.

Não. O teu rosto é desconhecido. Bonito mas desconhecido. Lábios grossos, nariz fino, sobrancelhas espessas. Quem é você?? Porque vc não acorda??? Respirando vc está, sinto o calor do teu corpo, o hálito forte de álcool, de vodka talvez.

Meu Deus! O quê que eu faço. Acordo esta mulher desconhecida ou fujo sem dar um adeus e entender aquilo que aconteceu???

Deixa olhar pra ela de novo. Será que transei com ela?? Talvez tudo não passe de um sonho. Impossível ter transado com mulher tão bonita. Nunca namorei mulheres bonitas, muito menos transar com elas. O quê que eu fiz. Quem é você? Acorda!!! Acorda!!!

Você se vira e agora posso ver o teu rosto por inteiro, os teus seios. Fartos seios e uma cobra azul que descansa ao redor deles. Vontade de tocá-la, de deitar e rolar em direção ao teu corpo. Que desejo perverso, doentio.

Acorda!! Acorda!!! Teus olhos não abrem você fala coisas ininteligíveis. Resmunga, xinga e dorme de novo. Bêbada!! Prostituta!!! Suburbana!!!

Acorda!! Acorda!! Pego-te pelo braço, te levanto ou tento te levantar. Não agüento o teu peso e vc cai na cama, nua, totalmente nua. Desisto, vou embora. Cadê as minhas calças, os meus sapatos. As minhas meias novinhas nem pensar. Algum rato FDP deve ter comido ou levado embora.

E que quarto é este. Que pensão, que hotelzinho vagabundo é este???

Visto as minhas roupas ou o que sobrou delas. Vou até a porta. Procuro não fazer nenhum barulho. Olho pra você pela última vez... E covardemente, volto pra ficar do teu lado.

Quero deitar e rolar em direção ao teu corpo (desejo perverso de morrer na tua cama).

No hay comentarios:

Blog Archive