11 de febrero de 2009

Trotes em universidades ainda exibem cenas de humilhação

Ano entra, ano sai e nada dos veteranos terem idéias originais.
Nada além da pura truculência, da agressão física e moral. E normalmente, são sempre os mesmos idiotas que aplicam os tais trotes.
Lembro que nos meus tempos de faculdade, o trote era sempre diferenciado, criativo.
Teve uma vez que um dos veteranos (ator amador de uns 30 e poucos anos) se fez passar por professor. Na primeira aula dos calouros, "o professor" após combinar tudo com a diretoria, entrou para dar a matéria de semiótica ou coisa parecida. Os novo alunos, ingêuos e imberbes, ouviam atentamente as explicações, quando de repente, do nada, o dito professor começa a surtar e fazer diversas exigências e ameaças. É prova disso, prova daquilo, trabalho em grupo com centenas de laudas, pesquisas mil, testes orais e reprovação na certa. A surpresa inicial virou paura, teve até guria que saiu da sala correndo e chorando, teve veterano "infiltrado" que começou a discutir, bate-boca, lágrimas, gritos e muita risada de quem estava de fora e sabia de toda a armação.
Velhos tempos aqueles...

No hay comentarios:

Blog Archive