16 de octubre de 2008

Brasil 0 x 0 Colômbia = a estupidez do favoritismo

Achei um absurdo a imprensa nativa, os jogadores e a comissão técnica, sentirem-se tão confiantes em relação ao jogo de ontem. Como se a vitória contra a Venezuela fosse uma espécie de atestado de excelência. A Venezuela é uma seleção de segunda. Seria como ganhar de goleada da Seleção do Nepal formada apenas por monges budistas ou da Seleção das Ilhas Fiji tendo apenas aborígenes no time. A estupidez do favoritismo não tem limites. Ela se espalha, se reproduz que nem uma virose e contagia todo mundo.

No hay comentarios:

Blog Archive