11 de septiembre de 2008

Alckmin ou o dia em que o picolé de chuchu fez água

Era uma vez um Brasil em que a imprensa golpista, os colunistas e donos da razão e os políticos do PSDB e asseclas, pensaram que bastaria o Alckmin sair candidato a qualquer coisa que ganharia fácil, fácil. Afinal ele tinha conseguido na eleições de 2006, 39% dos votos válidos. Ledo engano ou em bom português, puta engano!!!
O percentual de votos que ele conseguiu foi nada mais, nada menos, um voto de protesto contra Lula e os supostos escandalos. Em outras palavras, as pessoas não votaram no Alckmin, votaram contra, anti-Lula e o PT. E em grande parte, por sugestão, influência e manipulação da mídia. Fico com dó do Alckmin. Parece um sujeito boa praça. Reliogosamente doente, mas boa praça. E com amigos como o Serra, FHC e cia., melhor se aposentar da política e clinicar no interior de São Paulo.

1 comentario:

Briguilino dijo...

Acredito que realmente o poder cega. Teria sido muito mais inteligente da parte do Alckmim ter apoiado o Kassab e garantir a vaga como candidato do PSDB ao governo em 2010.
Ah, lembr que eu tenho uma quando visito um blog, você tambem tem? rsss

Blog Archive