17 de julio de 2009

À luz de uma vela qualquer...

Tente pelo menos uma vez na vida, escrever à luz de uma vela. O texto sairá mais denso sem deixar de ser simples. Será mais poético sem ser piegas. Será o produto de um momento de contemplação e serenidade, longe do deslumbre da luz artificial.

No hay comentarios:

Blog Archive